Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Letra Éme

uma série de devaneios meticulosamente desordenados

Letra Éme

uma série de devaneios meticulosamente desordenados

30.03.20

Ver o verão por um canud-, perdão, ecrã

M.
Entrámos no horário de verão!!! Sim, eu vibro com isto, é coisinha para estar assinalada no meu calendário e tudo. Na verdade, todo o meu calendário de Março era extremamente promissor. Uma formação na área da Meditação, uma viagem a Amesterdão, jantares, passeios, exposições, aniversários... e ali no último domingo do mês, a lembrança da mudança de horário. Dá sempre aquele calorzinho só de pensar em dias maiores, mais horas de sol, mais fins-de-tarde para saborear. A (...)
19.11.17

Dentro da fotografia #1

M.
  Ela lia para ele todos os fins de tarde, sobretudo poemas. Com o tempo e o ritmo necessários, encontravam um recanto e esqueciam tudo o resto. Ele admirava-a pela sua dedicação. Por vezes, já mal ouvia as palavras delicadas, que ambos tinham escolhido a dedo. Não importava. Nada era mais belo do que aqueles grandes olhos cor de avelã que brilhavam a cada virar de página, aquele meio sorriso que não conseguia disfarçar, o franzir da testa, o gesto de ir colocando o cabelo (...)